Os três ângulos

Quem ainda não passou dos quarenta, não sabe o que é isto. Depois dessa idade, é normal adquirir novos motivos de preocupação com a saúde. O aparelho digestivo, o cuidado com a pressão arterial, o nível de glicose no sangue, postura, audição, dentes e visão, são detalhes que devem ser mais observados. Viver bastante tem seu preço e o melhor investimento nesta fase está no cuidado e atenção com a própria saúde. Foi na busca desse cuidado que recebi uma receita de óculos diferente das que tinha anteriormente, com lentes multifocais, e descobri que vários colegas já viviam este desafio há tempo.

As lentes multifocais, pra quem não sabe, têm três níveis de grau, o que desafia muito o uso dos óculos. O superior, ou seja, a parte de cima, serve para a visão de longas distâncias, o do meio, para alcance intermediário e o de baixo, para perto. O difícil é concatenar a lonjura do que se quer ver com a angulação da cabeça, que deve, obrigatoriamente, se mover para adequar o foco dos objetos. Quando não se tem costume, acontece de tentar ver o que está perto com a lente de longe e o que está longe com a lente de perto. Algumas pessoas não se adéquam e acabam fazendo dois óculos, um pra perto, outro pra longe.

O fato curioso disso é que, ao contrário da maioria das lições da vida, esse desafio só vem com a maturidade, como uma prerrogativa do tempo de reaprender a ver e a olhar as coisas. Neste sentido, os ângulos ganham mais significados, afinal, para se enxergar perfeitamente com eles, é preciso aprender a respeitar as limitações da visão, elaborando um jeito novo, onde cada situação deve ser analisada a partir de um ângulo específico, próprio para aquele evento.

Como nos olhos, a interpretação de certas cenas da vida pode ser melhor se pudermos perceber que alguns acontecimentos necessitam de um olhar especial, acertados todos os ajustes, acréscimos e decréscimos de cada particularidade, caso contrário, corre-se o risco de interpretações distorcidas, por falta de acerto da lente, ou da distancia ideal, ou mesmo da falta de disposição para se encontrar o grau exato àquela determinada análise.

Infelizmente, existe quem nem mexa a cabeça para perceber com mais atenção os detalhes da vida, tentando adequar as cenas ao ângulo de seu olhar, não percebendo que algumas distorções ocorrem por inabilidade do observador e não pela realidade da imagem. Tentar se adaptar às múltiplas formas de ver um mesmo caso pode representar boa vontade, carinho, sentimento de fraternidade, ou mesmo, compaixão. Muitas confusões estão escondidas na lente dos óculos de quem vê distante o que deveria ser observado de perto, considerando o contexto da situação de quem está sendo observado.

Há uma história do folclore judaico que retrata um episódio de Jesus muito propício para ilustrar esta reflexão. Conta-se que “no mercado (bazar) de Jerusalém os moradores aglomeravam-se em torno de um cão morto (era proibido haver cadáveres na cidade), comentando o mau-cheiro, o mau-aspecto; passou Jesus e disse, que belos dentes ele tem! Reluzentes como pérolas! E alguém disse, ‘somente Jesus acharia beleza num cão morto’” . A isto, poderíamos acrescentar outras histórias bíblicas, como a de quando as pessoas trouxeram uma mulher pega em adultério e Ele os fez olhar para si mesmos antes de condená-la; também a de quando foi almoçar com um cobrador de impostos que era repudiado pelo povo, dando-lhe atenção e transformando-lhe a vida. Estes fatos podem demonstrar com qual ângulo Jesus olhava para as pessoas e suas histórias, e nos ajudar a entender que a maneira de se ver pode mudar a interpretação de cenas e, com isto, melhorar relacionamentos, ações, impressões e, até mesmo, a própria vida.

Rev. Nilson

Anúncios
Published in: on setembro 6, 2012 at 11:23 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://revnilsonjr.wordpress.com/2012/09/06/os-tres-angulos/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: